SPFW: Dia Quatro

01 fevereiro 2011 | 16:30 Nenhum comentário


O quarto dia começou bem, com Huis Clos que voltou às passarelas, trazendo uma coleção com uma carinha esportiva, mas sem perder a sobriedade e a sensualidade. Muitos tecidos nobres misturados, rendas, sedas e lãs. E tudo isso teve como inspiração os "Segredos e mistérios do universo feminino".
Apareceu por lá, blusas e vestidos com ombros deslocados, grandes mangas, braços transparentes e pêlo sintético. Nas cores cinza e marinho.
Fala sério! Preciso explicar porque escolhi esse look? Não, né... Ele já fala por si só! Lindo demais!!! O quadriculado em um tecido que lembra lurex, as mangas transparentes, a golinha cinza, super harmonioso e quero sair com ele amanhã!
Na beleza, olhos bem escuros e esfumados, mais nada! No melhor estilo olho tudo! Cabelo com raiz esticada e divida no meio, na parte de trás um rabo de cavalo baixo.





Maria Bonita trouxe uma interpretação mais humana da construção de Brasília, com um olhar para os candangos, que executaram a construção da capital. Na coleção tinha peças de cerâmica com cara de concreto e pedras, que foram desenvolvidas pela Swarovski. Outra coisa que chamou atenção foi a linha de acessórios com armações metálicas, que nos lembrava pregos e outros materiais, os chapéus tinham cara de capacetes de construção e pasmem! Bolsas em formato de marmitas.
As cores também seguiram essa linha obra, cinzas, marrons e azuis.
Foram apresentados muitas saias, vestidos, calças largas, blazers e como é de se esperar, macacões!
Outro look desejo, com uma combinação de cores meio inusitada e uma modelagem nova e linda! A primeira vista, parece calça e blusa, o que já desperta minha curiosidade. E a parte de cima é extremamente bem feita, a alcinha fina com o decote coração, ficou simplesmente deslumbrante.
Make cópia de pessoas que involuntariamente torram no sol! Pele cheia de sardas, e com a aquele queimadinho no nariz e embaixo dos olhos! Nada mais! E o cabelo super diferente! Adorei! Raiz dividida no meio, com coque baixo e espalhado, no fim do mega coque, uma trança horizontal... Inusitado, não?




Como sempre Ronaldo Fraga, transformou seu desfile em um show, e emocionou muita gente! Assisti ao vivo no GNT e a Pat Kolinski chourou muito! O desfile teve como inspiração artista Athos Bulcão, companheiro de Niemeyer na criação de Brasília. O traço modernista de Athos apareceu em recorte e estampas. O resultado foi mais que belo! Vimos muita geometria, ilustrações, uma silhueta alongada e fluida, calças molengas, golas grandes.
Foi uma coleção colorida e super feminina, e é claro com muito humor e diversão.
O look escolhido vem com a estampa que ilustra os azulejos de Brasília. Adoro a combinação do laranja e azul, acho ousada e super usável. O modelo é simples e lindo, do tipo que eu usaria fácil!
Make nada, batom tudo! Mas uma vez a aposta ficou no batom vermelho. E no cabelo uma touca dourado com tinta infantil espalhada pelo secador frio, cada modelo tinha um desenho só seu!




Desculpem-me, mas não consigo me animar com desfile masculino... Sei lá coisa minha... Mas se ta acontecendo, a gente comenta!
A V.Rom vem trilhando um caminho mais comercial, e nesse desfile trouxe como inspiração o tempo, e um poema de Dalai Lama sobre "viajantes que devem encontrar a felicidade em algum lugar" . Os viajantes foram interpretados por figuras conhecidas como Marcelo Rosembaun, alguns fotógrafos e modelos mais maduros.




Outro desfile masculino, e o tema abordado foi... Adivinhe o que?!? O tempo! Coincidência né?!? Ou será que nossos homens estão passando por uma crise de Peter pan?!? Diferente da V.Rom que apresentou modelos mais maduros, na Reseva, eram modeletes com falsas rugas e cabelos brancos.O ponto alto foi a trilha, ao vivo Lobão.